Cerâmica União Cerâmica União
Cerâmica
Cerâmica em Salinas Cerâmica em Minas Gerais Cerâmica
Minas Gerais
 
Um pouco mais sobre Telhas

A telha de barro é um produto milenar. O uso de telhas cerâmicas no país ocorre desde o descobrimento do Brasil. Inicialmente, as telhas eram conformadas manualmente com mão-de-obra escrava, onde estes as moldavam nas suas pernas, de acordo com o depoimento de antigos oleiros. Por mais que surjam novos produtos para coberturas, geralmente são mais caros ou de menos eficiência.

Testada e comprovada na Europa através dos séculos. No Brasil, cidades como Olinda, São Luis, Recife, Ouro Preto, ostentam antigas coberturas com telhas cerâmicas.

Com o decorrer dos tempos ganhou aperfeiçoamento tecnológico, diminuindo seu peso por m² permitindo assim mais segurança à sua cobertura.
De um produto rústico, transformou-se ganhando maior resistência e beleza.

Tipos de Telhas:

Colonial: Esta telha caracteriza-se por apresentar o mesmo tipo de peça para a capa e o canal (largura iguais), ou seja, capa e bica iguais.

Colonial (Paulista): Caracteriza por apresentar a capa com largura ligeiramente inferior ao canal, conhecida como colonial redonda.

Plan: É uma variação da telha tipo capa e canal, que apresenta formas retas, ou seja, capa e bica iguais. Conhecida como Planzinha.

Portuguesa/Americana: Caracteriza-se por apresentar capa e bica unidas, corpo arredondado, conhecida como Telha Dupla. Utiliza-se menos telhas por m².

Plan (Colonial): Caracteriza- se por apresentar a capa com largura ligeiramente inferior ao canal, que apresenta forma reta, conhecida como Colonial Quadrada.

Cumeeira: Conhecida Também como telhão ou Copão. Caracteriza-se por apresentar extremidades com medidas diferentes, servindo para fazer a união das quedas do telhado.

Controle de Qualidade:
O controle de fabricação durante todo o processo resulta na produção de produtos com:

• Dimensões padronizadas e uniformes.
• Boa resistência à flexão.
• Absorção reduzida.
• Coloração uniforme.

Durabilidade:
Devido às excelentes condições de preparo da argila, através de máquinas que retiram o ar e todas as impurezas, aliadas a sua composição e altas temperaturas de queima, obtém-se uma maior durabilidade dos produtos.

Conforto Térmico:
A Cerâmica é considerada um dos materiais de menor calor específico, ou seja, de difícil propagação. Isto significa que o calor oriundo do ambiente externo demora para se dissipar no telhado e conseqüentemente para se propagar no ambiente interno, conservando assim uma temperatura sempre estável. Os produtos são queimados a uma temperatura de aproximadamente 1000 ºC, o que lhes garante uma excelente condição de impermeabilização.

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALAÇÃO DA TELHA COLONIAL:


 

OBSERVAÇÕES:

• A montagem da Telha Portuguesa e Colonial começam de baixo para cima e da direita para a esquerda.

• As medidas das distâncias entre ripas são referenciais; por isso faça o ripamento com a telha no local.

• Devido as características do produto cerâmico, pode ocorrer variações de tonalidade nas telhas.

• A tonalidade de um lote pode diferir de um lote posterior, logo é bom evitar compras complementares.

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALAÇÃO DA TELHA PORTUGUESA:

1º PASSO - Planejar o telhado
Para evitar a necessidade de corte da telha, faça o cálculo da largura e do comprimento do telhado com base na largura útil e comprimento útil da telha.


2º PASSO - Galga
A galga recomendada para as telhas Portuguesas é de 29 cm, mas, para o melhor desenvolvimento das atividades aconselha-se esperar que as telhas estejam disponíveis na obra, para que o ripamento seja feito com uma galga correta.
 

 

 


3º PASSO - Instalação das telhas
Colocar a primeira fileira horizontal na largura de todo o telhado, sempre da esquerda para a direita. 
 
 
 

 

 

 

 

 


4º PASSO
Instalar as telhas faixa vertical na lateral esquerda, começando de baixo para cima. Seguir com a colocação das fileiras verticais seguintes.
 
 
 

 

 


IMPORTANTE
As telhas devem ser colocadas com um pequeno ângulo de inclinação. Para o correto alinhamento, verificar se os dois pinos da telha estão encaixados na ripa.


 

 

 

 

 

 


5º PASSO - Instalação da Cumeeira
Para a instalação da cumeeira, devemos fazer o ripamento conforme sugere a figura acima. Dessa maneira, as telhas ficam próximas, permitindo uma boa instalação de cumeeira. O emboçamento, deve ser feito com argamassa fraca de cimento, chenfrada para dentro, evitando a exposição às intempéres.

 

 


 
 

 
 
Salinas, Minas Gerias, MG Cerâmica Cerâmica
telhas   blocos
tijolos
Home   |   Empresa   |   Atendimento   |   Nossos Produtos   |   Orçamento   |   Localização   |  Contatos
lajotas
© Direitos Reservados - CERÂMICA UNIÃO - Salinas / Minas Gerais - AG Brasil - Soluções WEB
telhas e tijolos, Minas Gerais